Restaurante põe geladeira na calçada: comida pra quem não tem
Publicado por: Hanna dia 11/04/2016 as 10:25
Restaurante põe geladeira na calçada: comida pra quem não tem

A “Árvore da Bondade” ganha mais espaço no mundo.

Manu Pauline, dona do restaurante Pappadavada, em Kochi, Índia, colocou uma geladeira na calçada para que ela, seus clientes, funcionários e quem mais quiser possa colocar sobras de suas refeições.

Qualquer pessoa pode retirar a comida de lá, sem nenhum registro ou pagamento: é só abrir, escolher e levar.

Gente no lixo

A ideia de Pauline surgiu em uma noite enquanto fechava o restaurante. Como de costume, havia acabado de jogar fora uma montanha de sobras de comida – do próprio restaurante e de seus clientes.

Foi quando uma moradora de rua apareceu e começou a mexer nas latas de lixo em busca de comida.

A mulher contou que tinha acordado por causa de uma fome intensa. Chocada com a cena e com quantidade de desperdício do próprio restaurante, Pauline começou a pensar em formas de disponibilizar comida fácil para quem precisa, sem a necessidade de vasculhar o lixo.

Instalada no dia 23 de março, bem em frente ao restaurante, sob a sombra de uma grande árvore, a geladeira ganhou um nome: “Nanma maram”, que significa “Árvore da bondade”.

Sucesso

E o esquema de doação de sobras tem funcionado bem: por dia, de 70 a 100 porções são depositadas na geladeira – e todas são levadas em menos de dois dias.

Até agora, não se passou um dia sem que alguém passasse para pegar – ou deixar – comida.

A única exigência é feita para os doadores: é necessário escrever a data da doação no pacote, para evitar que os moradores de rua consumam alimentos velhos.

Desperdício

A mensagem que Pauline quer passar vai muito além da generosidade de dar comida a quem tem fome.

A dona do Pappadavada também quer chamar a atenção para o desperdício e para as soluções simples que acabam sendo ignoradas porque temos pressa, e porque simplesmente não pensamos nelas.

“O dinheiro é nosso, mas os recursos pertencem à sociedade e devem voltar para ela, diz Pauline.

Brasil

A ideia já existe no Brasil. Foi feita em Goiás.

Com informações da Superinteressante
Foto: Divulgação

Itália muda lei para incentivar empresas a doar alimentos
Publicado por: Hanna dia 11/04/2016 as 09:57
Itália muda lei para incentivar empresas a doar alimentos

A Itália está mudando as leis para se tornar o segundo País europeu a pressionar supermercados e outras empresas a doar alimentos não vendidos para organizações e grupos de ajuda humanitária.

As propostas pretendem reduzir de forma considerável o desperdício de comida.

Projetos vigentes no País já recuperam 600 milhões de toneladas de alimentos não utilizados por ano.


Contudo, os italianos ainda convivem com um assombroso número de 13 bilhões de toneladas desperdiçadas anualmente.

Grande parte dessa perda está associada à data de validade dos alimentos que são descartados mas ainda estão em condições de consumo.

As novas leis não pretendem, inicialmente, punir empresas que desperdiçam alimentos, mas sim oferecer incentivos para quem optar pela doação.

Estão na mira dos projetos os supermercados, restaurantes e bares, que poderão se inscrever e ganhar descontos nas taxas de coleta de lixo, por exemplo.

A iniciativa atende ao apelo de ativistas que pedem menos desperdício de comida em todos os países da União Européia

Europa sem desperdício

A França aprovou, no ano passado, uma lei que multa supermercados que jogarem fora alimentos ainda bons para o consumo, como mostrou o SóNotíciaBoa. Releia aqui.

Os ativistas franceses que pressionaram pela aprovação da lei pedem que projetos similares sejam aprovados em todas as nações da União Européia.

As iniciativas têm estimulado empresários de grandes redes alimentícias, que de forma voluntária já se comprometeram em doar alimentos não utilizados que ainda estejam em boas condições de consumo.

Com informações do GoodnewsNetwork
Foto: Harvey Barrison, CC

Pegadinha do bem: em vez de multa, presentes
Publicado por: Hanna dia 12/12/2014 as 06:44
Pegadinha do bem: em vez de multa, presentes

Para melhorar o dia das pessoas, às portas do Natal, um grupo de policiais decidiu fazer uma ação emocionante este ano.

Em vez de multar motoristas que cometiam pequenas infrações de trânsito, em dia de nevasca, eles surpreendiam essas pessoas com o presente que seus filhos pediram para o Papai Noel.
A ação, gravada em vídeo (assista abaixo) foi muito bem planejada: com 1 policial na rua e 3 policias em uma loja vizinha, correndo para achar os pacotes e levar até os motoristas.

Como

Enquanto o policial fingia aplicar uma multa, ele ia conversando com o motorista coisas comuns, inclusive o que seus filhos tinham pedido de Natal.

Toda a conversa era transmitida via rádio para os outros policiais que estavam em lojas próximas do local da infração.
Em questão de minutos eles apareceriam em cena e entregavam o presente pedido.

Desde pequenos jogos até um aparelho de televisão foram entregues.
Mas o melhor mesmo é a reação dos motoristas com esse Feliz Natal tão inusitado.

O belo trabalho foi feito pelo Departamento de Polícia de Lowell, EUA, e criado por Rob Bliss Creative, uma agência de vídeo e marketing

Portalband/Com informações do WoodTV

Assista e veja que inspirador:

Travessa João Winckler 15 - Centro
(049) 3433-1110
(049) 3382-2750
Xanxerê, SC - 89820000