Ao Vivo
Ao Vivo
Dhyna
Dhyna
Ligação
20:00 as 23:59
Notícias
Notícias

Vereador Hélio critica terceirização e pede mudança na data da Femi

Romeu Scirea Filho

Vereador Hélio critica terceirização e pede mudança na data da Femi

Xanxerê  – Embora os vereadores elogiassem a organização e realização da Femi, parabenizando a todos os envolvidos e especialmente o prefeito Bruno e o presidente da Comissão Central, Péricles Vicini, a sessão da Câmara de ontem à noite mostrou que os problemas causados pelo atraso no show do cantor Latino, no sábado, dia primeiro de maio, não passaram despercebidos. Especialmente pelo vereador Hélio Winckler (PP), que também não poupou críticas à terceirização dos shows e sugeriu que se busque antecipar a data, para evitar as noites frias que aconteceram.

Para Hélio, “com a terceirização dos shows, a prefeitura não manda mais nada”. E, no caso do atraso de três horas do cantor Latino, o vereador do PP revelou que assim como muitas pessoas, teve que sair do parque antes do show, porque estava acompanhado de sua neta, menor de idade. E perguntou: “Só queria saber se foi descontado alguma coisa da GDO pelo atraso? Isso (o atraso) não pode acontecer, foi uma falta de respeito e de vergonha. Se é verdade que ele tem medo de avião, que venha um dia antes”. O vereador afirmou que ele, assim como cerca da metade das pessoas que estavam esperando o show e pagaram ingresso, foram tratados “como bocós” e tiveram que sair antes do início do show por estarem acompanhados de crianças – não permitidas após a meia noite, conforme ajuste feito com o Ministério Público.


“Tinha que ir para a cadeia”

Hélio foi aparteado pelo vereador Ivan Marques, que se solidarizou com suas palavras e informou que o Procon notificou a empresa GDO – vencedora da licitação que terceirizou a contratação dos shows – para que a mesma justificasse o atraso. Também em aparte, o vereador Rafael Gasparini concordou com Hélio na sugestão de ser antecipada a data da Femi, lembrando que, em 2008, a Femi aconteceu entre cinco e 13 de abril, sem problemas com baixas temperaturas. Mas as críticas de Hélio foram mais duras em relação à GDO: “Nenhum show iniciou na hora marcada”. Em seus pronunciamentos, os demais vereadores reconheceram que aconteceram falhas, mas enfatizaram o sucesso e parabenizaram a realização da Femi, as comissões e todos os envolvidos. O vereador Fabiano Radin – líder do prefeito – concordou com seu colega Hélio, culpou a GDO e foi mais longe, sugerindo que o cantor Latino “tinha que ir para a cadeia”.

Nos pronunciamentos, a maioria dos vereadores também parabenizou o deputado Valdir Colatto, saudado como o mais novo cidadão honorário de Xanxerê – título concedido por unanimidade pelos vereadores, e entregue em sessão solene durante a Femi. Para o vereador Ivo Borba, o título a Colatto teve unanimidade “não para agradar o deputado, mas por méritos conquistados”. Hélio Winckler também reconheceu o valor do deputado Colatto, lembrando sua luta para buscar recursos para o oeste e especialmente para Xanxerê. O vereador Carlos Colatto agradeceu, em nome do irmão e da Família Colatto, a concessão do título de Cidadão Xanxerense.

 


Romeu Scirea Filho

Folha Regional

Travessa João Winckler 15 - Centro
(049) 3433-1110
(049) 3382-2750
Xanxerê, SC - 89820000